O tomate é uma fruta ou um legume?

Autor: 
Editores do HowStuffWorks

O mundo tem realmente dois diferentes significados para a palavra fruta - um significado quando você vai ao supermercado, e outro usado apenas pelos botânicos.

No supermercado, nós geralmente entendemos uma fruta como um produto natural da planta que é doce e um legume como um produto natural da planta que não é doce. Dentro desse padrão de definição, maçãs, morangos, uvas e bananas são frutas enquanto que tomate, abóbora e batata são legumes.

legumes
© istockphoto.com /Cybernesco

Tecnicamente, no entanto, essa leiga definição não vale nada. A Enciclopédia Britânica resume assim:

Fruta – em seu sentido botânico, é o ovário suculento ou seco e amadurecido de uma planta, que guarda a semente ou as sementes. Deste modo, damascos, bananas e uvas, bem como vagens, grãos de milho, tomates, pepinos e amêndoas são tecnicamente frutos.

Essa definição de fruta é muito ampla e abrange praticamente tudo que contém sementes. E dessa forma, vegetais é tudo o que restou. Isso inclui:

-  culturas de raízes como batatas, cenouras e nabos
-  cebolas e alhos
-  hastes como aspargos
-  folhas como alface e repolho
- flores como brócolis e couve-flor

Em outras palavras, coisas que não têm sementes são vegetais. E todo o resto é fruta.

Para mais informações sobre tomates e assuntos relacionados, confira os links na próxima página.