Os melhores filmes românticos de todos os tempos

Autor: 
Editores do HowStuffWorks
melhores filmes românticos

Pares românticos têm emocionado plateias desde o início da sétima arte. Casais interpretados por galãs e beldades como Clark Gable e Vivien Leigh, Burt Lancaster e Debora Kerr, James Dean e Natalie Wood, Hugh Grant e Julia Roberts e, até mesmo, a Dama e o Vagabundo fizeram de seus relacionamentos o ponto alto de filmes dos mais diferentes gêneros, do melodrama à animação.       

O amor romântico tem um capítulo só para ele na história do cinema, composto por filmes em que o tema central é o relacionamento amoroso entre os protagonistas. Nesses filmes o pano de fundo pode ser um drama histórico, como a Guerra de Secessão nos Estados Unidos no século 19, ou um improvável encontro entre um dono de uma decadente livraria e uma atriz hollywoodiana no auge da carreira.

Em pouco mais de um século de história, o cinema já produziu as mais variadas histórias de amor, desde os amores platônicos de Charlie Chaplin, na época do cinema mudo, até a trágica paixão inserida no cinema-catástrofe de superproduções como “Titanic”. Confira a seguir, nesta e na próxima página, quais são dez dos melhores filmes românticos de todos os tempos, em ordem cronológica.

Aconteceu naquela noite
Reprodução
Cena do filme "Aconteceu Naquela Noite",
com Clark Gable e Claudette Colbert

Aconteceu Naquela Noite (1934)

Este é ao mesmo tempo um clássico do cinema e um dos percussores do que seriam as comédias românticas dos anos 90 ao estilo “Quem Vai Ficar com Mary?”. O filme tem como protagonistas um jornalista pobretão, interessado em matérias escandalosas, e uma “falsa ingênua” menina milionária, fugindo de casa para encontrar um noivo clandestino em Nova York. O acaso faz os dois se encontrarem na estrada e terem de ajudar um ao outro durante uma verdadeira disputa cheia de tensão sexual. Dirigido por Frank Capra, o filme traz como o casal de protagonistas Clark Gable como Peter, o jornalista trapaceiro, e Claudette Colbert como Ellie, a mimadinha garota rica.

E o vento levou
Reprodução

E o Vento Levou (1939)

Novamente Clark Gable é o galã  nesta superprodução que mostra do que Hollywood era capaz para contar uma história de amor. Ele interpreta o cínico e pragmático Rhett Buttler por quem a indecisa, frívola e insensível personagem Scarlett O’Hara, interpretada pela atriz inglesa Viien Leigh, relutantemente se apaixona. A relação entre os dois se desenvolve no sul dos Estados Unidos durante a Guerra Civil (1861-1865), mostrando a destruição e a miséria deixada pelo conflito. As quase quatro horas desse épico foram dirigidas por Victor Fleming e George Cukor. “E o Vento Levou” foi vencedor de dez Oscars

Pôster do filme Casablanca
Reprodução

Casablanca (1942)

Humphrey Bogart e Ingrid Bergman protagonizaram um dos melodramas mais românticos  e memoráveis da história do cinema. Ele no papel de Rick, dono de um bar em Casablanca (Marrocos), rota de passagem de nazistas e seus colaboradores e, ao mesmo tempo, de espiões, agentes da resistência e negociantes desonestos. Ela como Ilsa, esposa de Victor Lazlo, um herói tcheco em fuga. Nesse triângulo amoroso, que imortalizou a canção “As Time Goes By”, a tensão está mais em com quem Ilsa vai ficar ao final do que nas peripécias para manter Lazlo a salvo para escapar dos nazistas. A direção foi de Michael Curtiz e o filme venceu três Oscars, de melhor filme, roteiro e direção.