A adolescência de Elvis Presley

Autor: 
Susan Doll

Bem antes de se tornar um ídolo nacional, seus maiores fãs foram seus pais e amigos íntimos em Memphis.
Bem antes de se tornar um ídolo, seus maiores fãs
foram seus pais e amigos em Memphis

Na sétima e oitava série, Elvis chegava todos os os dias à escola Milam Junior High School com seu violão, tocando para todos que queriam ouvir na hora do recreio e durante o almoço. Logo ele começou a enriquecer sua atuação com toques que eram chamados de "race music."

Para muitos de seus colegas de escola, isso era chato - alguns cortavam as cordas do violão - mas outros prestavam atenção ao seu modo de vocalizar o padrão country. Ninguém fazia idéia de que estavam diante do nascimento de uma lenda. E ninguém também se importou muito quando souberam que ele se mudaria para Memphis. Sem dinheiro e agora sem razões para permanecer em Tupelo, Vernon e Gladys decidiram recomeçar no estado de Tennessee. Eles então venderam os poucos móveis que tinham, carregaram sua caminhonete com suas roupas e outros pertences e nunca olharam para trás.

Em Memphis, eles moraram inicialmente em um quarto na Street Washington e depois em outro na Avenue Poplar, comendo e dormindo em um quarto e dividindo o banheiro com três outras famílias em uma casa de 16 cômodos.

Vernon, que trabalha em diversas fábricas, se inscreveu no programa de moradia do governo para melhorar sua situação e, em setembro de 1949, o Órgão de Habitação de Memphis lhes deu um apartamento perto de Lauderdale Courts, na zona norte da cidade. O aluguel de US$ 35 era um dólar mais caro do que pagavam para morar na Poplar Avenue, e o lugar estava precisando de uma reforma, mas pelo menos os Presleys tinham espaço de sobra com sala, cozinha, dois banheiros, e um banheiro privativo. Lauderdale Courts, com sua grande variedade de famílias jovens, estava perto das atrações do centro, como lojas e cinema ao longo da Main Street, como também de clubes e bares ao longo da Beale Street. Para a grande maioria, era uma comunidade agitada; para um menino de 14 anos de olhos arregalados, acostumado com a calmaria de Tupelo, era nada menos do que incrivelmente inspirador. Continha todos os elementos para atiçar a imaginação de um adolescente, e ajudá-lo na realização de suas ambições, na música, ou em outras áreas. A essa altura, ainda não estavam claras as ambições de Elvis, exceto pelo seu sonho de um dia poder ter dinheiro suficiente para dar uma vida melhor a ele e à sua família. Começando do zero em mais uma escola, ele não dividia seu amor pela música com seus colegas novos na escola L. C. Humes High School, onde se especializou em artes industriais e carpintaria. Porém, ele sentiu-se livre para tocar seu violão e cantar no meio de um trio de garotos que se tornaram seus melhores amigos. Farley Guy, Paul Dougher, e Buzzy Forbess moravam em Lauderdale Courts, e juntos, iam ao cinema, nadavam, jogavam bola, passeavam pelo centro, e até ganhavam dinheiro cortando grama com um cortador de grama que Vernon havia comprado. Farley, Paul, e Buzzy sabiam do interesse de Elvis pela música, como também sabiam dos seus pais.

Vernon, Gladys, e Elvis frequentemente passavam o tempo ouvindo juntos música country de artistas como Eddy Arnold, Sleepy Eyed John, e os Louvin Brothers; e música gospel de bandas como os Blackwood Brothers, e os favoritos de Elvis, os Statesmen. Liderados pelo carismático Jake Hess, as roupas extravagantes do quarteto e seu modo estiloso de cantar influenciaram profundamente o jovem Elvis. Influências culturais e musicais vinham de todas as direções e ele as absorvia como uma esponja. Quando Elvis entrou para o terceiro grau na escola Humes High, ele fazia parte de um grupo de adolescentes que moravam em Lauderdale Courts: Lee Denson e Johnny Black, e os irmãos Dorsey e Johnny Burnette. Os quatro tinham um grupo musical "mal resolvido" que tocava country ao ar livre para os residentes em noites de verão, e Elvis se juntou a eles, contribuindo com voz de fundo.

Sua crescente confiança musical também começou a atrair a atenção feminina, incluindo as suas primeiras namoradas,Betty McMahan e Billie Wardlaw, ambas morando em Courts. Outros, em Humes High encontraram um Elvis completamente diferente – em termos de aparência e comportamento – durante seu ano no começo da faculdade em 1951.

Até esse ponto, a sua música era dividida com a família, amigos mais próximos e vizinhos, mas tudo isso estava prestes a mudar. Para saber mais sobre o começo da carreira de Elvis Presley, veja a próxima página.

Para mais informações sobre Elvis Presley, veja: